quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

O ANO JÁ ESTÁ NO FIM




O ano já está no fim... E que ano tão bom nós passamos aqui! Então vamos festejar...
Natal é tempo de paz e amor entre os homens de boa vontade.

Natal é esperança, nascimento, vida nova, a estrela que anuncia a chegada do Salvador.
Natal é fé, é luz e harmonia.

Nas línguas latinas o vocábulo Natal deriva de Natividade, ou seja, referente ao nascimento de Jesus.

Em inglês o termo utilizado é Christmas, literalmente "Missa de Cristo".

Já na língua alemã, é Weihnachten e têm o significado de 'Noite Bendita'.
Que as festas deste fim de ano tenham um significado especial na sua vida e na de seus familiares e que a noite de natal seja de fato bendita.

Obrigado a todos os professores, funcionários e comunidade escolar por termos conseguido atingir nossos objetivos em 2015.

Um Feliz Natal e que em 2016 possamos realizar todos os nossos sonhos!



segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

RIO EM CORES E SONS


Aproveitando o clima festivo do aniversário de 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, comemorado em 1º de março, a professora Juliana Bezerra explorou o tema com as turmas 1.501 e 1.502 através do Projeto "Rio em cores e sons", vislumbrando a cidade em suas várias facetas e olhares singulares. 

Desta forma foi apresentado, discutido e retratado o trabalho da designer e ilustradora Mônica Fuchshuber e, paralelamente  ouviu-se músicas que refletem a beleza e as peculiaridades do Rio, cidade maravilhosa, tomando corpo e vida o projeto "Rio em cores e sons".

O projeto foi apresentado para a comunidade escolar através de um dia especial com apresentação do coral do 5º ano cantando a música "Aquele abraço" de Gilberto Gil, exposição dos trabalhos e explanação da vida e obra da designer carioca.

As turmas conheceram a história da cidade do Rio de Janeiro, diferenciaram bairros cariocas, municípios vizinhos, reconheceram as paisagens naturais da cidade como Patrimônio da Humanidade, aguçando o senso crítico e o olhar questionador dos alunos, a fim de identificar o que está a contento e o que precisa ser melhorado na cidade.

Através dos trabalhos de Mônica Fuchshuber, conheceram diferentes expressões artísticas, leram e interpretaram textos verbais e não verbais, apreciaram  diferentes gêneros musicais , localizando nos desenhos as paisagens citadas nas músicas e, assim a coletividade, a sensibilidade e a criatividade foram incentivadas e aguçadas. 

Desta forma foi desenvolvido um trabalho interdisciplinar rico e prazeroso com base nas referências:
www.monicafuchs.com.br
BEBETO, Praia e sol, 2000
FILHO, André, Cidade Maravilhosa, 1935
JOBIM, Tom, Samba do avião, 1962
GIL, Gilberto, Aquele abraço, 1969
Caderno de apoio de Língua Portuguesa, SME
SANDRONI, Luciana, Geografias cariocas - Um passeio musical pelo Rio, Publicações Pereira Passos, RJ, 2011

Agradecemos especialmente a designer e ilustradora carioca Mônica Fuchshuber por contribuir para a
execução  e o sucesso desse projeto, disponibilizando as imagens para que os alunos pudessem retratá-las.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

MEIO AMBIENTE - RESPEITO E PRESERVAÇÃO

O Parque Natural Municipal de Marapendi é uma área de preservação ambiental e lazer que se estende pela faixa litorânea da Barra da Tijuca e se constitui nas áreas marginais a lagoa de Marapendi.

O local também é sede do Centro de Referência em Educação Ambiental, criado para estudar e cuidar da paisagem e do ecossistema da lagoa de Marapendi, onde são desenvolvidas atividades ligadas a prática do ecoturismo, também compreende uma biblioteca com livros, mapas, vídeos e CDs a respeito do meio ambiente.
Com o propósito de proteger a biodiversidade, regimentar o processo de ocupação e salvaguardar o uso de recursos naturais, foi declarada Área de Proteção Ambiental (APA) em 1991.

No parque, pode-se ver de perto a lagoa de Marapendi, emoldurada por vegetação de restinga, razão pela qual se verifica a presença constante de aves, caranguejos, lagartos, micos e até de espécies ameaçadas como o jacaré-de-papo-amarelo.

Espalhados por quase 10 mil quilômetros quadrados de vegetação e trilhas, playgrounds e locais para piqueniques são boas opções de lazer.

Neste cenário, onde a natureza se faz presente os alunos da turma 1.503, em companhia das professoras regentes Priscila Mourácio e Suzana Soares tiveram uma manhã de interação com os animais da fauna carioca, através de uma visita orientada, contando com palestra sobre o ecossistema local, a sala de ciências, onde se observou os animais em estado de conservação, fizemos uma trilha pelo parque e um delicioso piquenique sob os olhares atentos de lindos micos, pássaros, borboletas, formigas,...

É muito fácil agendar sua visita, basta entrar em contato através:
tel.: 3418-0690, 98909-2045
e-mail: ceamarapendi@gmail.com
Ou  pessoalmente à Avenida Alfredo Baltazar da Silveira, s/nº - Recreio dos Bandeirantes - RJ


segunda-feira, 19 de outubro de 2015

NAS ASAS DO CONHECIMENTO

O Museu Aeroespacial - Musal é o maior e mais importante museu de aviação do BrasiL . Localizado no Campo dos Afonsos, berço da aviação brasileira, na cidade do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 18 de outubro de 1976. Está subordinado administrativamente ao Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER) desde 1986.
Seu acervo é constituído por diversas aeronaves, motores, armas e objetos vinculados a história da Aeronáutica e da aviação brasileira, além de ampla documentação histórica. Em exposição permanente, encontram-se 80 aeronaves, inclusive uma réplica exata do 14 Bis, o primeiro avião construído por Santos Dumont. Possui ainda 12 salas expositivas temáticas e um hangar de restauração.
Criado originalmente para preservar a memória da Força Aérea Brasileira, o museu possui em seu acervo as principais aeronaves já operadas pela força, bem como pela aviação naval e do exército que a precederam. Preserva atualmente não só a aviação militar, mas o próprio desenvolvimento da aviação e da indústria aeronáutica brasileira. Possui um acervo bibliográfico com cerca de cinco mil obras, além de um importante arquivo histórico, contendo documentos, fotografias, negativos, filmes, etc. Uma das maiores atrações é o coração preservado de Santos Dumont.
Em 2012 o acervo recebeu mais cinco aeronaves: um AT 26 Xavante 4462, primeiro da FAB, construído em 1971, um AT-26A Impala, um U7 Seneca, um rebocador G-19 Ipanema, um Boeing 737-200 FAB VC 96, que transportou oito presidentes da República, e uma cabine do simulador de voo do F-5E Tiger II. 
Os alunos da turma 1.403, professora Patrícia Corrêa, tiveram uma aula passeio em setembro, onde puderam ver de perto estas relíquias , que carregam uma parte rica da história da aviação nacional. Viajar pela história, ou melhor, voar pela história foi um prazer.
 Agradecemos as professoras Patrícia Corrêa, Carla Brum, a agente educadora Priscila Narciso e a diretora adjunta Cristiane Norris por participarem desse momento enriquecedor na trajetória acadêmica dos alunos da turma 1.403.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

DE OLHO NA ÁGUA


Levando em consideração o dia mundial da água,  que foi instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 22 de março e tendo como objetivo ajudar a conscientizar a população mundial sobre a importância da água e a sua relação com o ser humano, bem como os problemas atuais relacionados a escassez desse bem,  as turmas 1.201 e 1.203, respectivamente professoras Patricia Lorene e Patricia Souza  apresentaram o projeto "De olho na água" baseado no livro  da autora Regina Lúcia Pires Nemer.
                
As turmas, após uma conversa dirigida mediada pelas professoras, fizeram um levantamento, discutiram e refletiram acerca de alguns questionamentos:
- O que está acontecendo com a água do nosso planeta, e em especial do nosso Rio de Janeiro?
- Por que está acabando?
- O que podemos fazer para preservar essa água?
- Como podemos economizar água em nossa casa e na nossa escola?
Após os questionamentos registramos nossas idéias e partimos para a leitura do livro "De olho na água" onde fizemos uma interpretação oral e coletiva dos elementos que compõem a capa (título, autor, ilustrador, editora, imagem).
Em grupo, foi realizada uma atividade de produção do gênero textual lista ,onde cada grupo registrou estratégias a serem realizadas para evitar que a água acabe e, construímos coletivamente um cartaz sobre o projeto onde os alunos imprimiam a marca dos dedos polegares formando uma grande gota, pois "toda gota conta".
Dando continuidade ao projeto lemos e interpretamos o texto "O passeio da gotinha" de Isabel Cristina Silveira Soares conhecendo o ciclo da água na natureza.
Para apresentar o projeto à todas as turmas fizemos uma exposição dos trabalhos realizados.Foi um sucesso!
Desta forma, de maneira lúdica e diversificada atingimos nosso objetivo: conscientizar os alunos sobre questões inerentes a água, visando a independência e autonomia de ações e valores destinados a sua preservação.
Pequenas atitudes podem fazer uma grande diferença! Conscientizar é preservar!


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

SEMANA DE ALFABETIZAÇÃO

"Se alfabetizar significa orientar a criança para o domínio da tecnologia da escrita, letrar significa levá-la ao exercício das práticas sociais de leitura e de escrita. Uma criança alfabetizada é uma criança que sabe ler e escrever; uma criança letrada (tomando este adjetivo no campo semântico de letramento e de letrar, e não com o sentido que tem tradicionalmente na língua, este dicionarizado) é uma criança que tem o hábito, as habilidades e até mesmo o prazer de leitura e de escrita de diferentes gêneros de textos, em diferentes suportes ou portadores, em diferentes contextos e circunstâncias." (Soares 2004)
E, neste contexto, tivemos a Semana de Alfabetização, um momento para valorizar e aprimorar as práticas pedagógicas de alfabetização e letramento destinadas a incentivar e consolidar o caminhar dos alunos nesse processo.
Em nossa Unidade Escolar as turmas de 1º ao 3º ano, além de ouvirem histórias contadas por alunos leitores destes segmentos, produziram textos durante toda a semana e na culminância que ocorreu na sexta-feira (11/09) os trabalhos foram expostos na Mostra de Alfabetização para toda a comunidade escolar. Além disso, para abrilhantar mais esse dia tivemos a Hora do Conto com a história "O casamento de Dona Baratinha",de Eunice Braido onde todos os alunos puderam participar e se comover com o triste fim de Dom Ratão.
É na escola, espaço privilegiado e constituído para  que a criança aprenda a ler e escrever que essas práticas se fortalecem e se desenvolvem de forma a construir um sujeito pensante inserindo assim a criança no mundo letrado.
"...a relação de eficácia da construção da alfabetização está em criar no aluno alfabetizado uma visão de leitura do mundo em práticas sociais..." 



terça-feira, 8 de setembro de 2015

CAMINHOS DO RIO

Caminhos do Rio é um projeto cultural realizado através dos incentivos fiscais do PRONAC - Programa Nacional de Apoio à Cultura, que tem como objetivo promover o conhecimento sobre o Patrimônio Histórico da cidade do Rio de Janeiro no ensino fundamental. Quer principalmente trazer a história, a arquitetura e a arte do Rio para as salas de aula, incentivando os estudantes a apreciar e analisar as construções e obras de arte antigas da cidade, através da participação fundamental do professor. O projeto almeja multiplicar o saber sobre a cidade por meio de um passeio cultural, realizado com o auxílio de um caderno de atividades especialmente elaborado para os estudantes, que é entregue gratuitamente aos alunos no dia do passeio cultural.

OBJETIVOS  DO  PROJETO:
- Trazer a história, a arquitetura e a arte do Rio para as salas de aula;
- Incentivar o olhar do estudante a apreciar e analisar as construções e obras de arte antigas da cidade;
- Colaborar com a formação dos professores do ensino fundamental;
- Promover o conhecimento do patrimônio histórico da cidade.

SABER OLHAR, PERCEBER...

O objetivo principal é promover o desenvolvimento do olhar, a leitura do mundo que nos cerca, do que é real e tangível.
 Em um tempo onde as sociedades ingressam nos meios virtuais de representação da realidade, torna-se cada vez mais indispensável levar os estudantes a descobrir e valorizar o mundo real que lhes foi deixado pelas gerações anteriores. não existe fórmula melhor.
 Antes da leitura das imagens nas telinhas dos computadores, os estudantes aprendem a fazer a leitura dos espaços da cidade, de sua arquitetura e natureza, ou mesmo de belas pinturas talhas ou esculturas pertencentes a acervos culturais.
Importa para o projeto CAMINHOS DO RIO  colaborar com a construção de uma nova sociedade, que tem na preservação da vida, da arte e da cultura seu maior valor.
É nesse panorama cultural que a professora Juliana Bezerra enriqueceu e aguçou o olhar dos seus alunos, turmas 1.501 e 1.502, numa bela manhã de agosto, onde descobrimos raras belezas do Rio através de uma aula  passeio pelo centro histórico.

LOCAIS  PERCORRIDOS NO  PASSEIO  

-Arco do Teles
-Chafariz do Mestre Valentim
-Igreja da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo
-Igreja da Santa Cruz
-Igreja de Nossa Senhora:
  da Lapa dos Mercadores;
  de Bonsucesso
  de Monserrate
  do Carmo
-Ladeira da Misericórdia
-Paço Imperial

CONHECER  PARA  AMAR  -  AMAR   PARA  PRESERVAR!

Agradecemos a professora Renata de Faria Pereira pelo incentivo, acolhimento e pela parceria. Até breve!
Quer saber mais?  Acesse www.caminhosdorio.com