quarta-feira, 26 de setembro de 2012

CIENTISTAS DA ATENAS

        Cientistas da Atenas se apresentam na Feira de Ciências realizada na Unidade Educacional em setembro.
        A Feira de Ciências é uma oportunidade das turmas mostrarem suas vivências e experiências desenvolvidas no "Programa Cientistas do Amanhã."
        O Programa "Cientistas do Amanhã" chegou à Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro no segundo semestre de 2009, está nas Escolas do Amanhã  e nas de alto IDEB. O objetivo é fazer com que as crianças tenham uma experiência motivadora e instigante na área de Ciências.

          O trabalho é realizado em Unidades Temáticas distribuidas em três trimestres ao longo do ano. Cada Unidade contém 16 aulas e um tema gerador:
1º ano : Animais - Água - Luz, Cores e Sombras
2º ano: Seres Vivos - Ar - Vida das Plantas
3º ano: Ciclos de Vida  - Transformações - Solo
4º ano: Tempo e Clima - Rochas e Minerais - Corpo humano
5º ano: Ecossistemas - Vida dos Animais - Terra, Sol e Lua 
           A Feira de Ciências foi baseada nas Unidades Temáticas já trabalhadas, onde os alunos explanaram os conteúdos assimilados durante as aulas.
          No 1º ano os alunos apresentaram as Unidades do Módulo I (Animais) ,o ciclo de vida dos tenébrios , bem como as larvas e besouros conservados em álcool. No Módulo II (Água) além do experimento para descobrir o que se mistura com a água (corante, areia, sal, óleo) e o que acontece quando colocamos objetos na água: bóia ou afunda?

               O 2º ano se deteve nas Unidades Ar com o experimento "Como encher a bexiga dentro da garrafa?" e Vida das Plantas: "Do que as plantas precisam?" Observação do feijoeiro; vegetais que nascem do plantio de semente.

Tivemos também a participação da Classe Especial.

                   O 3º ano falou das Transformações ocorridas em determinados materiais: a dobradura, o ovo frito, a fruta podre, a pipoca,  são resultados de transformações ocorridas no nosso dia a dia.  Apresentaram também "Como fazer massinha?"

O 4º ano mostrou o aprendizado sobre os processos de formação das rochas e minerais; e por meio da lupa, observaram amostras de diferentes materiais. As rochas podem ser feitas de um, dois, três ou muitos minerais misturados. Sendo assim, foram expostas amostras de várias rochas e minerais com diferentes formações, cores e texturas.
O 5º ano apresentou os diferentes tipos de vegetação dos biomas brasileiros que são determinados pelos componentes abióticos, ou seja, o tipo do solo, a quantidade de água e luz, as temperaturas ao longo do ano e os ventos, entre outros fatores, representando-os através de belíssimas maquetes:
Caatinga- termo de origem indígena que significa em tupi-guarani mata clara e aberta.

          Pampas- a principal característica do Pampas é sua vegetação herbácea e embora pareça um ambiente pouco diverso, existem mais de 400 espécies de gramíneas e outros seres vivos neste bioma. 

 Cerrado-formado por diversos ecossistemas, desde campos de aspecto semelhante a um capinzal até áreas com árvores, é o segundo maior bioma do Brasil.

Mata Atlântica- é considerada um hotspot, ou seja, um dos mais importantes biomas do planeta, encontrada ao longo da costa brasileira, do Nordeste ao Sul do país.
                        Floresta Amazônica- o maior bioma brasileiro, tem a maior reserva de diversidade biológica de todo o mundo. Abrange os estados do Pará, Amapá, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso e parte do Maranhão.

Pantanal-O bioma do Pantanal  encontra-se em uma grande planície brasileira. Sua principal característica é a presença de dois períodos bem demarcados: o das inundações e o da seca.

As atividades de escrita são usadas nas aulas como registro de acompanhamento e construção de um conhecimento que está sendo  pesquisado ou investigado. Tais registros são feitos no "Diário do Cientista" que é confeccionado por cada professor de acordo com as características e a demanda de cada turma.

      A leitura e a escrita nas aulas de Ciências permeiam diferentes linguagens como música, jogos, histórias, dramatização, consolidando de forma lúdica a alfabetiz ação, como nesta atividade realizada pela professora Alcione Reis, turma 1.101 e exposta na Feira de Ciências onde após vários experimentos com o tema gerador "Água", foi realizada a escrita da música "Dona Aranha", bem como registro através de desenho e dramatização realizada em aula, desta forma consolidou-se vários conceitos como ciclo da água e a importância da chuva para o meio ambiente, de forrma lúdica e prazerosa. 

Seguindo a linha da articulação de diversas áreas do conhecimento, a professora Solange Alves, turma 1.103 construiu com sua turma um texto coletivo a partir da temática "Água" vivenciada no módulo II do programa.
Agora veja um pouco dos Cientistas da Atenas em ação:

video



sexta-feira, 14 de setembro de 2012

PROJETOS ECOAM NA MIDIA

A revista Appai Educar publica em sua edição n°78 dois projetos desenvolvidos pela Unidade Escolar
AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA COM RITMO, HISTÓRIA E CULTURA.




LEITURA DO MUNDO
PROFESSORA TRANSFORMA ALUNOS EM MONITORES E ESTIMULA O PROCESSO
DE ALFABETIZAÇÃO 

                                   Quer ver mais? Acesse www.appai.org.br

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

QUEM CONTA UM CONTO...

                             ...AUMENTA UM PONTO!

                    A Escola Atenas apresenta a Hora do Conto com a autora  Elza Fiuza, numa apresentação de teatro com as turmas de Educação Infantil, direcionadas pelas professoras Vânia de Oliveira, Sueli Ferreira, Vera Lucia Matias e Ida Vivas.
            A Hora do Conto é a culminância do projeto "LER E CONTAR...É SÓ COMEÇAR!" que tem como vertente a formação do aluno leitor, estimulando o hábito de ler das crianças, além de formar platéia a partir das apresentações mensais onde os professores apresentam um autor e fazem uma narrativa de suas obras, no caso da autora supra citada, houve apresentação teatral dos alunos  de Educação Infantil 
tendo como narrativa o clássico infantil A galinha ruiva.
             A partir das obras da autora são realizadas em sala de aula atividades com foco no letramento,além de matemática, artes e áreas pertinentes a história contada. A autora já publicou vários clássicos infantis: O pintinho Quiriquiqui, O macaquinho travesso, A bela e a fera, O veado e a onça, A bela e a fera, O bolo de natal, Dona galinha e seus pintinhos, dentre outros. 
              Sugestões de atividades de letramento e contagem:
                     Sugestão de atividade de artes, realizada com sucata: confecção da galinha ruiva com potinhos de iogurte.
                                  
                    Na próxima Hora do Conto teremos a visita do nosso amigo Pedro Malasartes.AGUARDEM!!                                                         
                              

terça-feira, 11 de setembro de 2012

MOSTRA DE DANÇA

        Nossa escola, mais uma vez, teve uma participação brilhante na mostra de dança realizada pela E/SUBE/9ª CRE   no Teatro de Arena Elza Osborne com a  coreografia "O ritmo e a alegria de Luiz Gonzaga invadem a Escola Atenas".
       Os alunos da turma 1.302:  Mayara Araujo S. da Silva, Andressa Alves D. da Silva, Vitoria Vilhena Felix , Lethicia Gomes Lessa Simões, Ruan Nunes dos Santos, Lucas Henrique Pereira de Castro,  João Vinicius Amphilópio de Oliveira, Matheus Barbosa Lucena, Jéssica da Silva Estácio, Kethelyn Cristina dos Santos Vendas, Bernardo de Oliveira Soares e Davi Silveira de Queiroz representaram com muita alegria, beleza e dignidade a obra de Luiz Gonzaga, tendo como responsáveis as professoras de Educação Física Ana Paula da Silva Santos e Alessandra Pontes de Azevedo. Num figurino de roupas típicas do nordeste, a simplicidade e  a  grandiosidade dessa figura tão importante para a música e a cultura de nosso país se vez revelar no sorriso dessas crianças e no brilho de cada olhar, permeado pela desenvoltura de corpos tão pequenos e ao mesmo tempo gigantescos, na felicidade e no prazer de estarem representando toda uma Unidade Educacional.
           A escola Atenas vem prestigiar a grandiosa obra de Luiz Gonzaga, uma das mais completas, importantes e inventivas figuras da música popular brasileira.

        Cantando acompanhado da sua sanfona, zabumba e triângulo, levou a alegria das festas juninas e dos forrós pé de serra, bem como a pobreza, as tristezas e as injustiças da sua terra árida, o sertão nordestino para o resto do país, numa época em que a maioria das pessoas desconhecia o baião, o xote e o xaxado. Admirado por grandes músicos, entre eles Gilberto Gil, serviu de inspiração para a criação de lindas melodias qua alegram a vida dos brasileiros. 

            Ao final da apresentação todos receberam um troféu de participação, gentilmente ofertado pela E/SUBE/9ª CRE/GED.

           
                                           Veja um pouco de nossa apresentação: