segunda-feira, 13 de julho de 2015

BRASIL, MUITAS CORES, MUITOS SABORES...

 
O Brasil é um país com grande diversidade étnica, sua população é composta essencialmente por três principais grupos étnicos: o indígena, o branco e o negro. Os indígenas constituem a população nativa do país, os portugueses foram os povos colonizadores e os negros africanos foram trazidos para o trabalho escravo.
    Esse contexto proporcionou a miscigenação dos habitantes do Brasil, caracterizados como mulato (branco + negro); caboclo ou mameluco (branco + índio); cafuzo (índio + negro). Com o prosseguimento da miscigenação, originaram-se os inúmeros tipos que hoje compõem a nossa população. 
   É sempre importante ressaltar que nos estados brasileiros não há homogeneidade étnica, e sim, a predominância de vários grupos. A distribuição dos principais grupos étnicos pelo território nacional é uma consequência do povoamento das regiões do país.
      Tendo em vista esse contexto nossa Unidade Escolar desenvolveu o projeto “Brasil, muitas cores, muitos sabores... que busca resgatar nossas origens através da formação do nosso povo, ou seja, da nossa própria constituição enquanto sujeitos constituídos de inúmeros fragmentos de seres, mas que o mais importante é que embora fisicamente sejamos diferentes, somos todos iguais, todos especiais, pois só existe uma raça: a raça humana.
     Além de todas as cores, temos também muitos sabores, e que sabores! A culinária brasileira é muito diversificada e deliciosa, por exemplo: acarajé, feijoada, churrasco e brigadeiro são típicos da nossa culinária. A cozinha nacional é uma mistura de muitas cores e sabores. 
     A culinária do Brasil, como nosso povo, é fruto de uma mistura de ingredientes: europeus, indígenas e africanos .Muitas das técnicas de preparo e ingredientes são de origem indígena, tendo sofrido adaptações por parte dos escravos e dos portugueses. Esses faziam adaptações dos seus pratos típicos substituindo os ingredientes que faltassem por correspondentes locais.
       A feijoada, prato típico do país, é um exemplo disso. Os escravos trazidos ao Brasil desde fins do século XVI, somaram à culinária nacional elementos como o azeite de dendê e o cuscuz. As levas de imigrantes recebidas pelo país entre os séculos XIX e XX vindos em grande número da Europa, trouxeram algumas novidades ao cardápio nacional e concomitantemente fortaleceu o consumo de diversos ingredientes.
       A alimentação diária, feita em três refeições, envolve o consumo de café com leite e pão, no café, feijão com arroz no almoço, refeição básica do brasileiro, aos quais são somados, por vezes, o macarrão, a carne, a salada e a batata e, no jantar, sopas e também as variadas comidas típicas regionais.
     E para continuar festejando os 50 anos de nossa Unidade Escolar com muita alegria e festa, fizemos a culminância do Projeto “Brasil, muitas cores, muitos sabores...” com a apresentação de todas as turmas.
     As crianças com muito empenho, alegria e beleza curtiram muito a festa, dedicada exclusivamente a elas, objetivo maior da Educação e, com um figurino elegante e muito colorido, afinal são muitas cores... passaram um dia muito prazeroso e após as cores, vieram os sabores, e que sabores!!! Uma deliciosa merenda, macarronada à bolonhesa com maçã de sobremesa.
        E que venham mais cores, e muito, muito mais sabores!




3 comentários:

  1. O arrastapé foi pra lá de bom!!!!!! Juliana

    ResponderExcluir
  2. Olha isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais!!!!!

    ResponderExcluir